“Impulso ” para PENSAR!

Mercúrio o planeta que no símbolismo Astrologico representa a mente, o pensamento, a comunicação, a necessidade de pôr em comum, relacionar conceitos, analisar, compreender, etc.. acabou de entrar no signo, na qualidade de Carneiro. Na madrugada do passado Domingo de Páscoa, inaugurando um novo percurso, saindo da água para o fogo, saindo de Peixes para Carneiro.

Carneiro o primeiro Fogo do Zodíaco, aquele que instiga, motiva, impulsiona a busca da identidade individual, o Fogo da percepção da existência individual…

e…Mercúrio saiu ontem da qualidade Peixes, num movimento empolgado… Um despertar talvez, para a necessidade de honrar a voz individual, o pensamento de cada um, a existência de uma consciência individual perante a visão do todo…
Um pouco antes, cerca de 15 dias também o Sol representante da Luz e da Consciência e do Propósito consciente de cada momento, fez esta travessia, esta mudança de qualidade e vai agora a meio do ciclo de Carneiro, na busca do Seu Lugar na existência individual. Carneiro experiência da existência separada, a urgência de Ser e existir num primeiro impulso para a vida…Carneiro a força existencial que impulsiona, o romper das águas para a vida, com imagem, símbolo, o romper das Águas no ventre da mãe que antecede a coragem de romper, nascer e existir…Carneiro é a qualidade associada a toda a experiência da vida que acontece pela primeira vez…


Também Vénus a Deusa, planeta do magnetismo, do amor, o Feminino conciliador, o planeta que se associa aos valores pessoais, ao que atribuímos valor, ao que nos devolve prazer, conforto, bem-estar, harmonia e deleite…e tantas outras expressões que podemos resumir como aquilo que cada um considera como “BOM” na sua própria percepção…

E…
Também a Vénus, a Deusa se Uniu ao Sol poucos dias depois deste começar uma nova jornada com a oportunidade de se encontrar na potência da sua individualidade redescoberta, ou resgatada do ciclo anterior…
Vénus que prefere a qualidade de Touro onde se encontra mais segura e senhora do seu próprio chão, ou em balança onde a sua sublileza e elegância tem domínio sobre a harmonia e a diplomacia,e a necessidade de equilíbrio …
Vénus não gosta de estar em terreno hostil, Carneiro é para o arquétipo de Vénus “terreno hostil”… é Marte que veste a armadura e empunha a espada… É Marte o Guerreiro de Serviço, Vénus tem dificuldade com o peso da espada e com a deselegância da armadura…
Mas também Ela foi por agora desafiada e convocada a encarnar a Joana D’Arc que há em si, para lutar na conquista do seu Lugar à Existência…
Todos, Sol, Mercúrio, Vénus passeiam na qualidade e na Urgência de Existir associada a Carneiro…
Todas estas partes em nós, dependentes do Deus Marte, que se alinha na qualidade de Gémeos por estes tempos… Pois nesta guerra não são as espadas mas sim as palavras, as ideias, os pensamentos que se erguem e fazem da comunicação o campo de batalha…
Não, não estou inspirada na verborreia que vemos desfilar nos meios de comunicação e redes sociais… Estou apenas a pegar no simbolismo Astrologico e a desenhar o caminho que simbólicamente está a ser percorrido…E que dificilmente poderá ser traduzido em palavras…

Então Marte que por estes dias desenha a estratégia da batalha e lidera e  instrui os seus guerreiros pela qualidade do signo onde se encontra, Gémeos.
Marte dispõe por agora do Sol, da Vénus e agora também de Mercúrio o mensageiro de asas nos pés, o Deus Hermes da Mitologia… Dispõe porque os três seguem caminho por estes dias na qualidade de Carneiro a qual tem como regente o Marte…
E acontece que Mercúrio, o Mensageiro de asas no pés, é o Planeta regente de Gémeos e temos assim assinalada uma espécie de “Team force” entre Marte e Mercúrio uma vez que Mercúrio dispõe de Marte e Marte dispõe de Mercúrio… Mentes aguçadas, palavras em riste… e a urgência de aprender pela coragem e combater pela diversidade, pela circulação de informação, pelo direito à comunicação livre, à livre circulação de conhecimento e pessoas… Pelo direito a existir e pensar pela própria cabeça, também ela associada ao símbolismo de Carneiro. São só expressões das qualidades que dançam nos Céus astrólogicos… Qualquer semelhança com a “realidade” é pura coincidência 😉😁
Gémeos é o terceiro dos 12 signos, a qualidade associada aos processos de aprendizagem, à diversidade de aprendizagens, nomes, conceitos, a multiplicidade do tanto que existe para aprender, a própria dualidade do pensamento…
Peguemos numa imagem, num exemplo, num reflexão…Quando dentro de uma sala o ar que nela existe põe tudo em contacto, todos os objectos, pessoas contactam com o mesmo Ar…impossível não estar em “comum com tudo o que nela exista…Ar o elemento de ligação,
Gémeos o primeiro Signo de Ar do Zodíaco, sendo que o primeiro signo é Carneiro e é Fogo, o segundo é Touro e é Terra, o terceiro é Gémeos e é Ar…
Então Gémeos é o primeiro impulso para a percepção do mundo em redor, para o relacionar-se com o que me está próximo e envolvente, Gémeos é a curiosidade da criança a descobrir, objectos, nomes, a descoberta dos amigos, e tantos com quem brincar, interagir, aprender, relacionar… Gémeos é o associar das formas aos seus nomes, é as milhentas conexões mentais que vamos arrumando na nossa caixinha de pensar…
É Mercúrio o agente pelo qual integramos está tarefa…
Então voltando ao exemplo da sala, e do Ar elemento que tudo põe em comum… Vamos sair da sala e transpor a imagem a tudo o que nos rodeia… Acreditas realmente que existe separação? O ar que nos rodeia a todos não será ele o mesmo? Não respiramos todos do mesmo ar? Sim, pode e acontece que existem pontos em que o ar é mais rarefeito, outros onde é irrespirável… No entanto diria que é uma questão de tempo… Porque se acende a lareira e o fumo te invade a sala, podes ter de sair da sala para respirar, mas se nada fizeres para entrar ou circular o Ar é uma questão de tempo até não poderes respirar também na cozinha, no quarto ao na casa de banho…etc…

O Ar é o elemento que a tudo envolve, circunda, abraça…
AR o elemento da mente, da relação, de tudo o que pomos em comum… Sem ar não poderíamos fazer ecoar o som, a comunicação deixaria de ser possível, os som seriam imperceptíveis, as mentes não se comunicariam como pássaros livres, a individualidade de cada um seria imcomunicavel, não seria possível aprender pois a partilha de conhecimentos, reflexões, e pontos de vista seria inexistente….
Sabem aquela sensação nos sonhos de querer gritar e não sair som… É só uma imagem.
E Marte por estes dias enquanto faz equipa com Mercúrio embora possam existir ânimos ou “Animus” exaltados, Mercúrios e Mentes exaltadas… MARTE luta pelo direito a diversidade, pelo direito à comunicação, pelo direito à circulação, pela liberdade das crianças, pelo direito a aprender, a comunicar e relacionar o que a nossa percepção pessoal nos instiga a pensar, com a percepção de outros, muitos outros, de outros credos, de outras ideias, de outras cores, de interesses, de outras visões, de outros pontos do mundo…
Sabemos que todos juntos, é que sabemos muito, pois cada um traz a sua particularidade e a sua pequena aprendizagem para o conjunto…

Por estes dias, por este tempo, por este mês e talvez por este ciclo que se faz de Renascimento, e Ressurreição…
Do teu trabalho de individuação, do que em ti desperta como necessidade e urgência de Ser, da nova consciência recém descoberta, dos novos valores recém-encontrados, e hoje reconhecido na tua própria reflexão individual… na tua mente, na coragem de validares e ousares reconhecer o teu próprio Ser. O teu direito a existir, a tua própria percepção sobre a Vida e a existência…
E hoje a Mente em nós começa também ela um processo de Coragem e Audácia e Ousadia em pensar por Si, em pensar em Si…
Num processo que poderá ser visto como um acto “egoísta” mas que precisa existir…

E na verdade não vinha aqui dizer nada a não ser deixar umas ideias, talvez soltas, talvez dispersas, talvez simbólicas, talvez sem sentido (pois se fosse para ter sentido talvez o Marte tivesse em Sagitário 😁) assim é multi sentido, diz-se tudo sem dizer nada…mas retém-se afinal a percepção de que algo é não pouco em nós toma a coragem, o movimento e o impulso de romper os limites que se opõem à Vida…

Possamos nós ter presente a síntese das aprendizagens e experiências anteriores, para recriarmos uma nova Vida, primeiro dentro de nós…

Que sirva ou faça eco nalguma mente mais inquieta e quem sabe ressoe com as reflexões que já existiam dentro, sem ousarmos sequer tantas vezes reconhecê-las.

Abraço D’Alma,

Ana Luiza Barata

05-04-2021

About Estrela D'Alma
Ana Luiza Barata é uma eterna estudante e investigadora na área da Astrologia e do desenvolvimento pessoal.

1 Comment

  1. Obrigada pelo tua partilha <3
    Sábias as tuas palavras:
    "Possamos nós ter presente a síntese das aprendizagens e experiências anteriores, para recriarmos uma nova Vida, primeiro dentro de nós…"

    Responder

Your email address will not be published.