Osteopatia

O que é?

 

O termo Osteopatia deriva das palavras gregas pathos (doença dos) e osteon (ossos). É uma área da medicina não convencional que tem como objectivo tratar os problemas do sistema músculo-esquelético (SME), através de uma análise global do corpo e da sua postura.

 

Considerando o SME como a estrutura da “máquina humana”, é fundamental a manutenção e conservação desta para o desempenho de todas as funções do indivíduo. Disfunções no SME podem estar na origem de problemas circulatórios, respiratórios, digestivos, entre outros.

 

Objectivo e método

 

O principal foco da Osteopatia é restaurar a função do SME, reequilibrá-lo (melhorando a postura e eliminando as dores), contribuindo assim para o bom funcionamento do organismo, melhor mobilidade e uma melhor qualidade de vida do ser humano.

 

Hoje em dia são frequentes as queixas de dores de cabeça, dormência nas mãos, tensão no pescoço e ombros, dores de costas, cansaço, fadiga… A Osteopatia oferece uma resposta real e eficaz para muitos destes problemas. O seu efeito pode ser preventivo ou terapêutico.

 

O Osteopata dirige a sua acção para a origem do problema, de forma natural e, caso possível, sem causar dor ou desconforto ao paciente. As técnicas aplicadas são manuais (técnicas de tecidos brandos, técnicas manipulativas, estiramentos, mobilizações, etc) e baseiam-se na anatomia, fisiologia, histologia e biomecânica humana.

A quem se destina?

 

Todas as pessoas podem beneficiar da Osteopatia (desde o recém-nascido ao idoso), graças às variadas técnicas de que dispõe e que vão permitir restaurar a homeostasia reflectindo-se a nível estrutural, funcional e visceral.

 

A validade da Osteopatia é tão concreta que é recomendada e incentivada pela OMS (Organização Mundial de Saúde) como prática de saúde.

 

O ideal é a pessoa fazer uso da osteopatia quando começam as primeiras dores (ou preventivamente) e não deixar passar os anos. O tempo não cura, antes pelo contrário, agrava as situações e aquilo que podia ser evitado passa a ser um problema muitas vezes incapacitante e que não permite tirar o rendimento desejado ou apreciar a osteopatia na sua totalidade.

 

Ramos/Tipos de Osteopatia

 

Osteopatia estrutural, Osteopatia pediátrica, Osteopatia sacro-craniana, Osteopatia visceral.

 

A Osteopatia trata:

 

· Artrites

· Artroses

· Bursites

· Ciática

· Contracturas

· Correcção postural

· Discopatias

· Dores nas costas, coluna vertebral

· Dores nas mãos, joelhos e pés

· Dores no pescoço, ombros e cotovelos

· Dormências

· Entorses

· Enxaquecas

· Hérnias discais

· Insónias

· Lesões desportivas

· Lesões de esforço

· Alterações na coluna (cifoses, escolioses, lordoses)

· Tendínites

· Tensões musculares

· Torcícolos

· Vertigens

· Outra patologias

About Estrela D'Alma
Ana Luiza Barata é uma eterna estudante e investigadora na área da Astrologia e do desenvolvimento pessoal.

No Comments, Be The First!

Your email address will not be published.