Poder & Responsabilidade

Poder & Responsabilidade

 

Tantas vezes lamentamos os males das nossas vidas, os infortúnios, a falta de sorte, as dificuldades para atingir o sucesso, bem-estar, realização e não raras as vezes existem “outros” a quem atribuímos “as culpas”…

Tantas vezes somos testemunhas de discursos desta natureza, tantas vezes nós próprios os proferimos… Existe sempre algo, ou alguém que causou, originou, teve influência na forma como as coisas aconteceram…

No entanto quando abrimos o nosso horizonte, quando deixamos de ser intocáveis, quando a nossa verdade passa a incluir mais VERDADE… quando a nossa postura egocêntrica na vida se rende e deixamos de nos posicionar como se o mundo girasse à nossa volta, para nos posicionarmos no centro do nosso Eu, da nossa essência, de nós mesmos… quando passamos a analisar a nossa vida, escolhas, objectivos, metas e resultados a partir de uma postura de auto questionamento, auto observação…

Quando na verdade começamos a fazer determinadas questões, e observamos a própria vida, experiencia, percurso, a partir de um ponto de observação mais elevado…

Quando nos dispomos a aprender com as nossas experiências, a retirar conteúdo, aprendizagem para além do sofrimento, do desapontamento, da dor…

Aí nasce uma nova postura perante a vida e seus acontecimentos.

A vida é uma escola, aqui viajamos de experiência em experiência para crescermos, para evoluir, para nos superarmos, para atingir o melhor de nós mesmos…

Todos reconhecemos que sem dificuldades estagnamos…no entanto tudo o que mais queremos é encontrar paz, poder descansar, poder encontrar tranquilidade e que tudo enfim possa ficar efectivamente bem…

Seria impossível conheceres o teu potencial se não fosse por todas as provas e vivências que já superaste, por todas as perdas que construíram em ti um ser mais sólido, mais capaz, menos assustado, mais VIVO!

Ou talvez pelo contrário poderás ter feito o processo inverso, teres-te encolhido na tua dor, teres ficado refém de tudo o que não pudeste entender e muito menos mudar, aceitar e Amar…

Quando vemos a Vida como processo constante de crescimento e evolução, entendemos ou aceitamos que a vida nos trás sempre oportunidades para atingir mais e melhor, não aceitar a Vida é também uma possibilidade de escolha, mas é essencial perceber que essa é a via em que o sofrimento e a impotência tomam lugar e onde abdicamos do Poder e da Responsabilidade sobre tudo o que vivemos.

Poder e responsabilidade andam de mãos dadas e libertam-nos mas existe sempre um “preço a pagar”, uma moeda de troca, algo a sacrificar…tantas vezes queremos que as “coisas mudem” sem estarmos dispostos a aceitar as consequências dessa mudança… Tantas vezes colapsamos porque a vida nos empurra na inevitável direcção da mudança, no entanto resistimos como uma rocha a preferir arriscar o certo pelo incerto… e se tivéssemos visão saberíamos que tudo é incerto…

Saberíamos que não controlamos nada, que a Vida não se controla nem se prevê. A vida flui e nós aprendemos a fluir com ela.

Poder é a força que nasce do âmago do Ser que se sabe capaz, que tem Vontade e Coragem para continuar apesar das adversidades.

Responsabilidade é estar disposto a lidar com as consequências das próprias escolhas, é a determinação para seguir em frente apesar de poder falhar.

De certa forma atraímos a nós as circunstâncias perfeitas para crescer nas áreas em que precisamos crescer.

Certas correntes antigas de ensinamentos vêm dizer nos que tudo é energia em permanente movimento, que tudo é vibração que ressoa e atrai vibração correspondente, que a vida se move entre polaridades e que cada um dos pólos gera e afirma o outro…

Vivemos num mundo dual onde o dia se sucede à noite, o frio é a realidade oposta ao quente, em que o bem se polariza com o mal, o masculino que se polariza com o feminino… Enquanto não entendermos os opostos como realidades complementares, caminharemos errantes no caminho da divisão, da separação… enfim da eterna dualidade.

Dualidade esta que só poderá ser compreendida quando nos distanciamos o suficiente para ver com maior abrangência de uma forma inclusiva tudo o que é…

Enquanto vemos apenas uma pequena parte não podemos tomar consciência do Todo que a completa…

 

Ana Luiza Barata

 

 

About Estrela D'Alma
Ana Luiza Barata é uma eterna estudante e investigadora na área da Astrologia e do desenvolvimento pessoal.

No Comments, Be The First!

Your email address will not be published.